×

Réu é executado no Texas por matar 2 traficantes que o enganaram em 2005

g12017-01-12 11:03

O estado do Texas executou nesta quarta-feira (11) Christopher Chubasco Wilkins, um réu de 48 anos que foi condenado à morte pelo assassinato de duas pessoas que, em 2005, lhe venderam uma pedra por US$ 20 dizendo que era crack.

Primeiro homem a ser executado em 2017 nos Estados Unidos, Wilkins foi declarado morto às 18h29 (horário local, 22h29 em Brasília) pelo Departamento de Justiça Criminal do Texas, após receber uma injeção letal na prisão de Huntsville.

Antes de ser executado, Wilkins recusou seu direito de pronunciar suas últimas palavras.

Ele cometeu o crime em 28 de outubro de 2005 em Fort Worth, logo após deixar a prisão onde cumpria pena por posse ilegal de armas.

Christopher Wilkins conheceu Willie Freeman, de 44 anos, e Mike Silva, de 33, e eles lhe ofereceram um cascalho de pedra por US$ 20 dizendo que era crack. Freeman zombou dele por ter sido enganado, e Wilkins o matou a tiros. Em seguida, assassinou Mike - porque "estava ali", segundo sua confissão - e jogou os corpos em uma vala.

Ele também confessou ter matado outro homem, identificado como Gilberto Vallejo, no dia anterior, durante uma briga de bar devido a uma disputa pelo telefone público do estabelecimento.

Em sua declaração, Wilkins afirmou que, quando fica furioso, "não pensa no que está fazendo". "Estou ciente de que não são boas decisões, mas faço do mesmo jeito". No julgamento, realizado em 2008, Wilkins disse no tribunal que não se importava em ser condenado à morte.

Na próxima semana, o estado da Virgínia pretende executar Ricky Gray, condenado à morte por matar sete pessoas em 2006.

Aposentadoria de quem ganha mais deve ter aumento acima do reajuste do salário mínimo